CONTRA!!

O ano começou bem né? Vários lançamentos de gente que eu gosto (Four Tet, Charlotte Gainsbourg, Beach House etc...). Apesar disso, devido à falta de tempo (Bitch the Killer produzindo bastante), tenho ouvido pouca coisa.

Num desses revivals fechando Set pra festinhas e buscando referências mesmo, entrei numa de Afro Beats forte. Muito batuque, desde pontos de Umbanda até Fella Kuti, passando por coisas como Paralamas do Sucesso (!!). E eis que, no meio disso tudo, lembro que meu ano começou com o Contra. Foi o primeiro álbum com cara de "vamos ouvir até o ano acabar e ainda achar legal" que saiu até aqui...

Pode ser até chover no molhado indicar isso, mas fato é que, já no segundo álbum, Vampire Weekend finca os pés numa sonoridade irritantemente característica. As referências "africanas" se mesclam integralmente com o clima
indie das guitarras e da estrutura das canções, fazendo o africano deixar de ser uma mera tag e definindo de vez essa história de afro indie, ou seja lá o que for. Resumindo, acho que Vampire Weekend é uma banda nova, com um som novo, que deve, mesmo sem querer, ditar o ritmo de alguns próximos lançamentos, bem como do que vai tocar pelas pistas e desfilar pelos ouvidos antenados em 2010, ano de Copa do Mundo na África e o escambau...

(não vou mais botar links pra baixar, porque tava me dando um trabalho do caralho...é só digitar, para qualquer coisa: "nome da banda" + "nome do álbum" + mediafire no google que vcs acham...)

Feliz 2010 geral! Daqui a alguns dias, uma Micro Mixxx para pontuar nossa festa de quinta que vem, a
Savannah!